Se eu pudesse usar uma metáfora em relação ao nosso término eu diria que: nosso destino mais finito do que infinito perdeu-se na rua e cada um seguiu sua vida, em esquinas diferentes, cada um com seu ar de indiferença.
A Escritora de Bar. (via nevarias)
Eu sou uma pessoa excitável que só entende vida liricamente, musicalmente, em quem sentimentos são muito mais fortes que a razão. Eu estou tão sedenta para o maravilhoso que só o maravilhoso tem poder sobre mim. Qualquer coisa que eu não possa transformar em algo maravilhoso, eu deixo ir. Realidade não me impressiona. Eu só acredito em intoxicação, em êxtase, e quando vida ordinária me algemar, eu escapo, de uma maneira ou de outra. Nenhum muro mais.
Anais NIn  (via oxigenio-dapalavra)
É horrível se sentir sozinho, péssimo perceber que ninguém precisa de você.
Kurt Cobain.  (via caotics)
Se os amores desgraçados costumam render boas histórias, você me renderia um livro cheio delas.
Lucas Guerrero. (via querido—john)
Me pergunte qualquer coisa! Mas não pare de falar comigo. E se o assunto acabar?! Então, quando o assunto acabar, pergunte se eu gosto de arroz! Assim eu saberei que você está tentando falar comigo, tentando me manter perto de você através das palavras.
O Vento do Oeste.  (via lettres-a-paris)
? theme credit ?
made by str-wrs