Se os amores desgraçados costumam render boas histórias, você me renderia um livro cheio delas.
Lucas Guerrero. (via querido—john)
Me pergunte qualquer coisa! Mas não pare de falar comigo. E se o assunto acabar?! Então, quando o assunto acabar, pergunte se eu gosto de arroz! Assim eu saberei que você está tentando falar comigo, tentando me manter perto de você através das palavras.
O Vento do Oeste.  (via lettres-a-paris)
É claro que os sentimentos mudam. As pessoas fazem com que isso aconteça.
Querido John.  (via a-ma-dure-cer)
O silêncio não significa falta de palavras, mas sim o excesso delas. Aprenda a ouvir e compreender o silêncio, pois ele grita verdades que jamais serão ditas.
Felipe Bueno    (via apagou)
Não posso te mudar, não posso fazer você se adequar aos meus desejos. Você é o que você é. E eu, bem, eu sou apaixonado pelo que você é. Não por aquele que eu muitas vezes quis que você fosse.
Clarissa Corrêa. (via tritongos)
Eu só queria saber
Se você gosta da ideia
De eu gostar de você.
Orvalhos.   (via tritongos)
Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você.
Plenitude.     (via tritongos)
? theme credit ?
made by str-wrs