Foi então que eu resolvi, já que não poderia ser a mais gostosa por uma questão de nascimento, nem a mais inteligente por uma questão de preguiça, ser a mais estranha e a mais engraçada. Hoje eu sou assim, estranha e engraçada. Falo besteira o dia todo, faço todo mundo rir, imito os outros, uso roupas estranhas, tenho estranhas constatações a respeito da vida. Faço caretas ridículas, posso deixar de ser fina num segundo se falar escatologias ou falar putarias para divertir uma mesa qualquer de amigos. Mas de verdade eu só queria que alguém falasse para mim: ei, você é bonita, para de se expor tanto, pode ficar quietinha, pode fechar o decote, pode parar com esse riso nervoso, tô reparando em você, você é bonita.
Tati Bernardi.    (via cali-grafia)
Ser melhor do que fui ontem é plano que a minha alma escolheu.
Quando eu quebro uma coisa, deixo ela bonitinha do jeito que estava e espero um idiota bater e pensar que foi ele que quebrou.
Sinto saudades. Sinto saudade de quem eu era, de quem eu costumava a ser. Me olho no espelho e não me reconheço mais. Apenas vejo mais um ser humano que habita esse mundo. Eu quero ser alguém. Eu quero ser aquela garota que eu era. Eu quero não querer tanto.
Amanda Sousa.   (via prolificar)
? theme credit ?
made by str-wrs